top of page

Noz-moscada(jatiphala)

Sabor: picante

Pacifica Vata e Kapha e aumenta Pitta


A origem da noz-moscada é um tanto incerta, porém sabe-se segundo textos ayurvédicos que ela era cultivada no sul do subcontinente indiano, sendo posteriormente levada pelos comerciantes árabes para o continente Europeu ao longo da Idade Média.

Ela foi amplamente utilizada por médicos, sendo indicada principalmente para idosos em climas frios por ser considerada “quente”. Em 1704 na cidade de Veneza foi ainda produzido um tratado de novecentas páginas descrevendo a Noz Moscada e seu uso terapêutico para mais de 130 doenças diferentes.

Alguns anos antes ela já havia sido citada em outra publicação por ajuda na digestão, fortificar o coração, o cérebro e o estômago, eliminando também a flatulência e corrigir mau hálito.


Entre suas propriedades, ela é capaz de facilitar a digestão, eliminar toxinas, também possui efeito antiespasmódico, adstringente, afrodisíaco, hipnótico por induzir ao sono, sedativo, expectorante, hipotensor e rejuvenescedor, sendo um excelente tônico para o coração. É considerada um dos melhores recursos da fitoterapia ayurvédica para aumentar a absorção no intestino delgado. É também um dos melhores remédios para acalmar a mente: tomar uma dose de 500mg com leite morno promove um sono mais profundo e reparador.


Usos:

Maceração: de 2 a 3g do pó para 100ml de água. Tomar 100ml de 2 a 3 vezes ao dia

Leite medicado: de 500mg a 1g do pó em infusão com 100ml de leite fervente. Tomar 100ml de 2 a 3 vezes ao dia

Ghee medicado: 50ml uma ou duas vezes ao dia



Cuidados: usar com cautela nos excessos de pitta, e, em doses altas, tem efeito narcotizante e depressor do sistema nervoso central


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page