top of page

Dravya Guna - farmacologia ayurveda


Na Ayurveda existe uma farmacologia própria chamada Dravya Guna. Dravya significa medicamento e Guna propriedades ou qualidades. Os medicamentos podem ter 3 origens:

Vegetal: gengibre ou canela

Animal: ghee ou mel

Mineral: sal mineral ou ouro


A farmacologia da Ayurveda apresenta 7 dimensões para o entendimento e utilização adequada dos diferentes medicamentos, são estes:

Dravya – as distintas drogas de origem vegetal, mineral e animal

Rasa – os 6 sabores sentidos no contato com a língua (doce, azedo, salgado, picante, amargo, adstringente)

Guna – propriedades inerentes do medicamento que são responsáveis pelas suas ações (pesado/leve, quente/frio, seco/untuoso)

Vipaka – o efeito pós-digestivo pode mudar as propriedades das drogas, podendo levar a 3 sabores: doce, azedo e picante

Virya – a energia ou potência do medicamento (principalmente fria ou quente)

Prabhava – ação especial de uma droga (pode ocorrer que dois medicamentos diferentes tenham o mesmo sabor, potência e efeito, porém ações terapêuticas diferentes, devido a prabhava)

Karma – a ação terapêutica da droga, que acontece devido às outras 6 dimensões


Das 2000 plantas medicinais indianas, cerca de 100 das ervas foram identificadas no Brasil. Nosso país tem a maior biodiversidade do mundo, assim, muitas plantas já são utilizadas na medicina popular, principalmente por raizeiros e erveiros.


O objetivo é utilizar as plantas ayurvedicas brasileiras em associação com as ervas medicinais nativas do Brasil, na leitura do Dravya Guna, com a meta de desenvolver medicamentos fitoterápicos ayurvédicos nacionais. Pois segundo o Ayurveda é na região que nós vivemos que nós encontramos os alimentos e as plantas medicinais adequados para tratar nossos desequilíbrios e mazelas.


Agora vamos fazer uma interpretação ayurvédica de algumas plantas medicinais nativas brasileiras pelas 7 dimensões!


1- Ginseng brasileiro (Pfaffia paniculata)

Parte utilizada: raízes

Rasa (sabor): adocicado

Vipaka (efeito pós-digestivo): picante

Virya (potência): fria

Dosha: pacifica Pitta

Ação: antiácido, anti-ulceroso e anti-inflamatório

Indicações: úlcera péptica, gastrite e dispepsia.


2- Unha de gato (Uncaria tomentosa)

Parte usada: lenho e casca

Rasa (sabor): amargo

Vipaka (efeito pós-digestivo): picante

Virya (potência): fria

Dosha: acalma Pitta

Ação: anti-inflamatória, antioxidante e imunomoduladora

Indicações: câncer, artrites, reumatismo e processos inflamatórios.


3- Carqueja (Bacharis trimera)

Parte usada: Parte aérea

Rasa (sabor): amargo

Vipaka (efeito pós-digestivo): picante

Virya (potência): fria

Dosha: acalma Pitta e regula Agni (função digestória)

Ação: hepatoprotetora, anti-ulcerosa e depurador do sangue

Indicações: úlcera péptica, dispepsia, gastrite, pirose e esteatose hepática.


101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page